Brasil
Seguro Paramétrico

Seguro Paramétrico


O Seguro Paramétrico é um seguro feito sob medida para atender às necessidades específicas do negócio do cliente, protegendo os resultados do negócio de oscilações climáticas, não sendo preciso ocorrer o dano material para sua utilização.

A Aon vem atuando no mercado segurador para desenvolver e aprimorar soluções para seus clientes contra riscos de difícil mitigação. Com esse objetivo, os Seguros Paramétricos permitem uma maior previsibilidade dos resultados das empresas tornando-as mais competitivas.

Esses seguros são estruturados às necessidades específicas da operação de cada cliente, protegendo sua receita contra a imprevisibilidade de eventos climáticos em uma determinada região, sem que seja preciso ocorrer o dano material para sua utilização.



Exemplos de aplicabilidade


  • Empresa que produz suco de laranja e vê seu faturamento afetado em função de uma estiagem na região de produção da fruta;
  • Usina de produção de açúcar e etanol tem queda na produção pela falta de chuva no período de formação da cana de açúcar e/ou excesso de chuva no período de colheita;
  • Trading tem sua margem de lucro reduzida por variações climáticas (excesso ou falta de chuva e/ou geada) nas regiões de suas commodities (café, soja, milho, algodão, açúcar/etanol);

Benefícios e Oportunidades


  • Garante perdas em função de quebra de safra e/ou variações climáticas tais como: precipitação/temperatura/NDV.
  • Minimiza exposição à perda de qualidade da cultura.
  • Reduz a volatilidade relativa a lucros e ao fluxo de caixa.
  • Melhora o “rating” de crédito e assim reduz o custo de capital.
  • Apresenta soluções de mitigação de risco, garantindo retorno aos acionistas.
  • Proporciona maior previsibilidade na aquisição de recursos para investimento em novas operações.

Diferenciais

Produtividade

Seguro embasado exclusivamente em produtividade, tendo como principal característica cobrir todos os danos que possam afetar as áreas de plantio.

Utiliza dados de institutos oficiais, tais como: IBGE, Conab, Irga, entre outros para mensuração de perdas nas regiões de interesse.

Indenização ocorre somente após o término da colheita.

Índices Climáticos

Seguro baseado em variações climáticas (chuva / temperatura / NDVI), podendo cobrir tanto produtividade quanto qualidade da cultura.

Na estruturação do seguro, podem ser utilizados um ou mais índices. Para mensuração de perdas, utilizam-se dados do INPE e/ou estações meteorológicas oficiais, etc.

Indenização pode ocorrer durante a safra.



Case de Sucesso